rosto assimétrico

Rosto assimétrico: entenda suas causas, prevenção e tratamento

Você se olha no espelho e algo te incomoda? Para muitas pessoas, a raiz do problema está em um rosto assimétrico. Isso porque, ter um lado da face diferente da outra é uma situação comum, capaz de causar muito incômodo.

A boa notícia é que não é preciso conviver com isso para sempre. Atualmente, é possível ir a um dentista em Ceilândia e corrigir a assimetria de forma segura e definitiva. Quer saber como? Acompanhe!

O que é rosto assimétrico?

O rosto assimétrico é um problema caracterizado pela desarmonia entre as estruturas da face. Trata-se de uma condição extremamente comum, uma vez que rostos perfeitamente simétricos são uma raridade.

A grande maioria das pessoas apresentam pequenas diferenças entre os lados da face, mas há casos em que a assimetria é maior. Quando isso acontece, é comum que o paciente tenha sua autoestima afetada, além de sofrer com problemas respiratórios e bucais.

Normalmente o problema se concentra em algumas estruturas, como boca, bochechas e nariz. Em alguns casos, o quadro pode piorar com o tempo, o que reforça a importância de se procurar um diagnóstico preciso assim que possível.

O que causa a assimetria facial?

Afinal, quais as causas do rosto assimétrico? Se você sofre com o problema, precisa saber que a maioria dos casos estão relacionados a fatores genéticos. Ainda assim, existem hábitos e doenças que podem contribuir para o surgimento dos primeiros sintomas. Confira!

Mastigação unilateral

rosto assimétrico e Mastigação unilateral

Você tem o hábito de mastigar os alimentos sempre do mesmo lado da boca? É interessante começar a observar e se policiar, já que essa é uma das situações que desencadeiam assimetrias faciais.

A explicação é bem simples: quando você morde e mastiga de um só lado, apenas essa musculatura é estimulada. Assim, um lado da mandíbula cresce mais que o outro. Lembrando que o hábito também pode influenciar a altura dos olhos.

Problemas respiratórios X Rosto assimétrico

Alguns problemas respiratórios têm o potencial de contribuir para o desenvolvimento de um rosto assimétrico. Os principais são o desvio de septo, a rinite e a obstrução nasal

Em geral, pacientes com essas condições costumam respirar pela boca, inclusive enquanto dormem. Assim, sua língua e a própria estrutura óssea da boca podem sofrer mudanças de posição.

Disfunções musculares

Disfunções nos músculos da face também podem causar assimetrias. Afinal, eles fazem parte da composição do nosso rosto, formando sua estrutura.

Nesses casos, o mais comum são problemas genéticos. Mas é possível que, em razão de alguns hábitos, certos músculos se desenvolvam mais do que outros, causando diferenças entre as duas faces.

Lesões na face

Lesões na face também podem gerar um rosto assimétrico. Pacientes que se envolvem em acidentes de carro ou moto, por exemplo, sofrem pancadas na região que podem afetar músculos, ossos e gerar perda de tecidos.

Crescimento ósseo assimétrico

É possível que, durante a fase de crescimento, os ossos da face se desenvolvam de forma assimétrica. Nesse caso, estamos diante de um problema imprevisível e com origens genéticas, mas que responde bem aos tratamentos.

Por que procurar a ajuda de um dentista para ajudar no rosto assimétrico?

Se você percebe diferenças entre as duas faces do rosto, por que conviver com esse incômodo? Como vimos, o problema é extremamente comum e, em muitos casos, imperceptível. Mas se algo te deixa infeliz, é importante procurar ajuda profissional.

O rosto assimétrico pode causar muito mal-estar no paciente, afetando sua autoestima. Mas a verdade é que as consequências vão muito além dos danos estéticos, podendo contribuir para o surgimento de:

  • enxaqueca;
  • fibromialgia;
  • dores ao mastigar;
  • desgaste dentário.

Sendo assim, ao primeiro sinal de algum desses incômodos, não deixe de procurar um dentista. Esse especialista é capacitado para avaliar o seu caso e dar um diagnóstico preciso. Para identificar o grau da assimetria, ele poderá solicitar alguns exames, como a radiografia.

É importante destacar que somente um profissional pode dizer as causas do problema e indicar o tratamento adequado. Por isso, não perca tempo procure um dentista qualificado.

Quais são os principais tratamentos para o rosto assimétrico?

Se você tem um rosto assimétrico, saiba que é possível corrigir o problema por meio de técnicas e tratamentos eficientes. No entanto, a escolha do método depende da origem e do grau do problema.

O primeiro passo é encontrar profissionais atualizados e especializados que te ajudarão com esse processo. Veja, a seguir, os principais tratamentos utilizados!

Aparelho ortodôntico

Nos casos em que a assimetria facial é gerada por problemas relacionados ao desalinhamento dos dentes, o tratamento mais eficaz é o uso de aparelhos ortodônticos.

Atualmente, existem diversos modelos no mercado e o seu dentista saberá indicar o mais adequado. Lembrando que não é preciso ter um sorriso metálico para solucionar o problema, visto que o Invisalign é uma opção invisível, que não prejudica a estética do seu sorriso.

Preenchimento com ácido hialurônico

ácido hialurônico

Outro tratamento muito utilizado é o preenchimento facial com ácido hialurônico. Essa substância não gera danos ao organismo humano e pode ser usada para corrigir assimetrias e imperfeições.

O resultado é uma pele e rosto mais firmes, sem espaços e contornos assimétricos. Vale dizer que o método se aplica a casos em que as diferenças nas faces têm origens musculares e no tecido, além de não ser definitivo.

Botox

O uso da toxina botulínica, conhecida como Botox, é mais uma alternativa para quem sofre com um rosto assimétrico. Dentistas são autorizados a realizar o procedimento, especialmente quando o objetivo é corrigir assimetrias que incomodam o paciente.

A aplicação é feita com muito cuidado e critério em áreas específicas do rosto. Lembrando que o produto não é permanente e requer manutenções ao longo do tempo.

Cirurgia

Em casos mais sérios, o dentista pode indicar a realização da cirurgia ortognática. O procedimento faz o reposicionamento do maxilar ou da mandíbula e ajuda a corrigir diferenças entre as faces do rosto.

É importante dizer que uma intervenção cirúrgica é complexa, exigindo experiência e qualificação profissional. Por isso, é essencial pesquisar bem o seu dentista e verificar a estrutura do local onde ela será realizada.Como vimos, ter um rosto assimétrico pode causar muitos incômodos. Exatamente por isso, é essencial procurar um dentista para avaliar seu caso e indicar o tratamento personalizado e adequado às suas necessidades. A Realize Sorrisos tem uma equipe pronta para te atender em Ceilândia. Agende sua consulta agora mesmo!

Dra. Denise Fontenelle

Dentes incisivos: o que são e quais as suas importâncias?

Você se olha no espelho e algo te incomoda? Para muitas pessoas, a raiz do problema está em um rosto assimétrico. Isso porque, ter um lado da face diferente da outra é uma situação comum, capaz de causar muito incômodo. A boa notícia é que não é preciso conviver com isso para sempre. Atualmente, é …

Aparelho móvel infantil: entenda por qual motivo ele é importante

Você se olha no espelho e algo te incomoda? Para muitas pessoas, a raiz do problema está em um rosto assimétrico. Isso porque, ter um lado da face diferente da outra é uma situação comum, capaz de causar muito incômodo. A boa notícia é que não é preciso conviver com isso para sempre. Atualmente, é …