Contenção fixa

Contenção fixa: entenda o seu funcionamento e por quanto tempo usá-la

Se você está usando um aparelho ortodôntico ou vai iniciar seu tratamento com um dentista em Ceilândia, precisa conhecer melhor a contenção fixa. Esse aparelho entra em cena na fase final do procedimento e é fundamental para os seus resultados.

Nós sabemos que tantos termos técnicos podem gerar dúvidas e confusão. Exatamente por isso, reunimos informações essenciais sobre o tema!

Continue a leitura e entenda o que é a contenção fixa, sua importância, por quanto tempo é preciso usá-la e muito mais!

O que é contenção fixa?

Quando falamos em contenção fixa, nos referimos a um dispositivo ortodôntico utilizado na fase final do tratamento de pacientes com aparelho dentário. Sua principal função é manter os dentes alinhados e na posição certa.

Ou seja, ele é indispensável para a manutenção dos resultados conquistados. Isso porque, com a retirada do aparelho, é possível que a arcada dentária retorne à posição inicial — afinal, foram muitos anos assim.

Vale a pena destacar que a contenção fixa é feita por um fio de aço. Ela é fixada atrás dos dentes e, por isso, é discreta e não compromete o seu sorriso.

A contenção fixa inferior

A contenção fixa inferior, como o nome sugere, é colocada na arcada dentária inferior. Ela é muito utilizada, pois esses dentes são os que mais se movimentam após a retirada do aparelho ortodôntico. É a mais indicada na maioria dos tratamentos.

A contenção fixa superior

A contenção fixa superior nada mais é que o aparelho utilizado na arcada superior. Trata-se de um fio metálico colocado na parte superior dos dentes ântero-superiores.

Como há pouco espaço disponível para inserção do aparelho, é essencial que o paciente seja avaliado por um dentista qualificado. Com isso, há mais segurança de que sua colocação não causará desconforto. Geralmente, ela é a menos indicada pelos profissionais da área.

Lembrando que esse modelo não é indicado para pacientes com mordida profunda. Nesse caso, a contenção pode gerar dor durante a mastigação e até o deslocamento dos dentes.

Qual a importância da contenção fixa?

A maioria dos pacientes que usam aparelho sonham com o dia em que abandonarão o sorriso metálico. No entanto, é preciso segurar a ansiedade e utilizar a contenção fixa.

A etapa final do tratamento é de extrema importância para que os resultados alcançados não sejam perdidos. Isso porque, as fibras periodontais e ósseas são elásticas e têm uma espécie de memória.

Portanto, o aparelho impede a movimentação indesejada e ajuda a reeducar seu organismo. Ao final, ele entenderá que essa é a posição certa dos dentes e que deve ser mantida para sempre.

Quais são as vantagens e desvantagens da contenção fixa?

Todo tratamento ortodôntico tem suas vantagens e desvantagens, certo? Entender bem esses pontos é importante para que você esteja ciente do processo e compreenda as decisões do seu dentista.

Nesse sentido, o grande benefício da contenção fixa é exatamente o fato de ela estar presa na boca. Desse modo, você não corre o risco de esquecer de colocá-la e prejudicar seus resultados.

Apesar disso, o fato de ser fixo exige um cuidado extra com a higienização. Afinal, é possível que resíduos de alimentos fiquem presos nos aparelhos e promovam a proliferação de bactérias nocivas à sua saúde bucal.

A boa notícia é que a limpeza não é tão complexa: com uma escova de dentes macia e creme dental na quantidade certa, faça movimentos circulares para retirar todos os resíduos e finalize com fio dental.

Quanto tempo usar a contenção fixa?

Afinal, quanto tempo usar a contenção fixa? Essa é uma das dúvidas mais recorrentes nos consultórios odontológicos, mas não há uma resposta padrão. Na verdade, cada paciente tem suas demandas, por isso o prazo é variável.

Isso quer dizer que apenas o seu dentista pode dar uma resposta exata. No entanto, existe uma orientação de que esse período seja de:

  • no mínimo, o mesmo tempo de uso do aparelho fixo;
  • preferencialmente, o dobro do tempo de uso do aparelho.

Explicando melhor, caso você fique com o aparelho por 30 meses, precisará usar a contenção por, pelo menos, mais 30 meses. Esse é um prazo de segurança que funciona em muitos casos, mas pode ser ampliado após avaliação.

Tem que usar a contenção para sempre?

Mesmo com os prazos apresentados anteriormente, há um consenso de que o paciente deve ficar com a contenção pelo maior tempo possível. Então é preciso usá-la para sempre?

Saiba que ainda não há um aparelho capaz de impedir o deslocamento dos dentes após o término do tratamento ortodôntico. Por isso, é fundamental contar com as contenções indicadas pelo seu dentista. 

Apesar do prazo ser indefinido, ele não precisa ser eterno. O mais importante é que um bom profissional o acompanhe e consiga encontrar um tempo seguro e eficiente.

O que acontece se não usar a contenção?

De maneira simples e resumida, deixar de usar a contenção é um erro grave. A consequência direta disso é o retorno da arcada dentária para a posição inicial, o que significa a perda de todos os avanços conquistados.

Como já dissemos, os dentes têm um tipo de memória e ela demora para ser esquecida. A contenção é um mecanismo que ajuda seu organismo a entender esse novo cenário e a aceitá-lo.

Portanto, se você não a utiliza, corre o risco de precisar refazer todo o tratamento ortodôntico. Ou seja, colocar novamente o aparelho dentário e realizar as manutenções necessárias pelo tempo que o ortodontista indicar. 

Pode remover a contenção?

Depois de tudo o que você leu, deve estar se perguntando: será que eu posso remover a contenção? A resposta é sim, mas conforme a orientação do seu dentista.

Esse profissional é quem estipulará o prazo para a retirada total do aparelho de maneira segura. Assim, você não corre o risco de sofrer com um novo desalinhamento nos dentes e conquista um sorriso bonito e duradouro.

Conseguiu tirar suas dúvidas sobre a contenção fixa? Como vimos, não há como deixar de usar esse aparelho indispensável para o sucesso do tratamento ortodôntico. Por isso, além de se consultar com um bom dentista em Ceilândia, não deixe de seguir à risca suas orientações.Já conhece a Realize Sorrisos? Temos especialistas em diversas áreas para prestar um atendimento humanizado e de qualidade em Ceilândia. Entre em contato agora mesmo e marque sua consulta!

Dra. Denise Fontenelle

Invisalign: o guia completo para o sorriso perfeito

Se você está usando um aparelho ortodôntico ou vai iniciar seu tratamento com um dentista em Ceilândia, precisa conhecer melhor a contenção fixa. Esse aparelho entra em cena na fase final do procedimento e é fundamental para os seus resultados. Nós sabemos que tantos termos técnicos podem gerar dúvidas e confusão. Exatamente por isso, reunimos …

Clareamento Dental: 17 dúvidas mais frequentes respondidas nesse guia completo!

Se você está usando um aparelho ortodôntico ou vai iniciar seu tratamento com um dentista em Ceilândia, precisa conhecer melhor a contenção fixa. Esse aparelho entra em cena na fase final do procedimento e é fundamental para os seus resultados. Nós sabemos que tantos termos técnicos podem gerar dúvidas e confusão. Exatamente por isso, reunimos …