hipersalivação

Hipersalivação: tudo o que você precisa saber sobre o excesso de saliva

A hipersalivação é uma condição que gera desconforto e constrangimento e está relacionada a várias causas. Comum em adultos e crianças, ela pode ser diagnosticada por um dentista sem a necessidade de um raio x odontológico.

Vale destacar que não estamos falando de uma doença, mas de um sintoma relacionado a um quadro subjacente. Porém, é algo que gera preocupação nos pacientes e pode desencadear ansiedade e problemas de sociabilidade.

O ideal é buscar a ajuda de um especialista o mais rápido possível. Nesse caso, você pode agendar uma consulta com um dentista em Ceilândia e DF. Mas, antes disso, o que acha de se informar um pouco melhor? Confira o post até o final!

O que é hipersalivação?

A hipersalivação, também conhecida como sialorreia ou hipersialose, é caracterizada pelo excesso de saliva na boca, que pode transbordar para os lábios. Como dissemos, não é uma doença e está relacionada causas comuns a até doenças mais raras e complexas.

Todo ser humano saudável produz saliva — uma média de 0,75 a 1,5 litros por dia. Esse líquido é produzido pelas glândulas salivares e tem várias funções, como:

  • umedecer a cavidade bucal e os alimentos;
  • auxiliar na deglutição e na digestão;
  • ajudar na cicatrização de feridas na boca;
  • remover germes e bactérias;
  • atuar como barreira para toxinas.

Acontece que algumas pessoas podem começar a produzir saliva de forma excessiva. Desse modo, começa a enfrentar problemas para falar e comer e o constrangimento de lidar com a baba, o que impacta sua autoestima.

O que pode causar a hipersalivação?

A hipersalivação é um problema complexo e que depende de uma análise geral do quadro de saúde do paciente. Isso porque, há várias causas com potencial de desencadeá-la: de uma simples dificuldade para usar dentaduras a sintomas de doenças graves.

Sendo assim, podemos dizer que ela é resultado de três situações distintas:

  1. Produção excessiva de saliva
  2. Incapacidade de efetivamente engolir ou limpar a saliva da boca
  3. Dificuldade para manter a boca fechada

No caso da produção de saliva em excesso, podemos listar algumas doenças e condições que geram tal desconforto:

  • náuseas causadas pela gravidez;
  • sinusite ou inflamações na garganta;
  • picadas de insetos;
  • nascimento dos dentes em crianças;
  • úlceras e inflamações bucais;
  • má higiene bucal;
  • ansiedade;
  • infecções graves, como raiva ou tuberculose.

A dificuldade para engolir a saliva é comum em pacientes com Síndrome de Down, autismo e acidente vascular cerebral (AVC), por exemplo. Por fim, algumas pessoas podem ter problemas para manter a boca fechada, como na paralisia cerebral.

Além de todas essas possíveis causas, é interessante lembrar que a incapacidade de manter a saliva na cavidade bucal pode estar associada ao alinhamento inadequado dos dentes e de uma obstrução nasal.

Por fim, também pode resultar de condições não médicas, como ver, cheirar ou provar comida e até o hábito de consumir goma de mascar.

Quais os principais sintomas da hipersalivação?

Um quadro de salivação excessiva pode desencadear diversas complicações e sintomas. Por isso, é muito importante buscar ajuda médica e tratar a condição subjacente responsável pelo problema. Veja algumas dessas situações:

  • babar e cuspir em excesso;
  • fissuras nos lábios;
  • infecções na pele ao redor da boca;
  • mau hálito;
  • desidratação;
  • dificuldade para engolir e falar;
  • perda ou alteração no paladar.

Pacientes com hipersalivação também correm o risco de inalar saliva e pedaços de alimentos. Eles podem se alojar nos pulmões, gerando um quadro de pneumonia.

Como o problema é diagnosticado?

Como vimos, o quadro da hipersalivação é facilmente identificado. Por isso, médicos e dentistas não costumam ter dificuldade para diagnosticá-lo.

O grande desafio está em determinar a causa subjacente. Nesse caso, é preciso avaliar todo o histórico médico do paciente, realizar exames odontológicos e até laboratoriais.

Lembrando que o quadro pode ser passageiro ou uma condição crônica. Nessa segunda situação, é preciso determinar a gravidade dos sintomas para que o tratamento seja o mais adequado possível.

A hipersalivação tem tratamento?

A hipersalivação pode ser tratada, mas precisamos deixar claro que a intervenção adequada foca na raiz do problema. Então o protocolo é personalizado para cada pessoa e deve ser conduzido por um profissional da saúde.

Ainda assim, existem tratamentos e bons hábitos que devem ser redobrados no dia a dia do paciente, como:

  • melhor higiene bucal;
  • escovação com mais frequência — reduz inflamações e ajuda a “secar a boca”;
  • medicamentos específicos e que bloqueiam as glândulas salivares;
  • injeções de toxina botulínica;
  • cirurgia;
  • radioterapia.

Seja qual for o grau do seu problema, a ajuda de um médico ou dentista é essencial. Ele será sua fonte confiável para buscar mais informações e elaborar um tratamento que possa ajudá-lo a superar o problema.

A hipersalivação tem causas que podem ser tratadas de forma simples e rápida. Porém, há situações em que a intervenção se prolonga e exige cuidados extras.

Porém, é sempre importante dizer que essa é uma condição comum, com a qual os melhores profissionais estão preparados para lidar. Por isso, converse com seus familiares sobre o assunto e não se sinta sozinho.

A Realize Sorrisos pode te ajudar!

A Realize Sorrisos é uma clínica odontológica localizada em Ceilândia. Temos uma equipe de profissionais altamente qualificada e infraestrutura de ponta para atender a população com qualidade e eficiência.Se você está enfrentando um problema de hipersalivação, não deixe de buscar tratamento. Marque sua consulta agora mesmo e faça uma avaliação!

Dra. Denise Fontenelle

Gengivas inflamadas: tudo o que você precisa saber para prevenir

A hipersalivação é uma condição que gera desconforto e constrangimento e está relacionada a várias causas. Comum em adultos e crianças, ela pode ser diagnosticada por um dentista sem a necessidade de um raio x odontológico. Vale destacar que não estamos falando de uma doença, mas de um sintoma relacionado a um quadro subjacente. Porém, …

Panorâmica dos dentes: conheça o exame e sua importância

A hipersalivação é uma condição que gera desconforto e constrangimento e está relacionada a várias causas. Comum em adultos e crianças, ela pode ser diagnosticada por um dentista sem a necessidade de um raio x odontológico. Vale destacar que não estamos falando de uma doença, mas de um sintoma relacionado a um quadro subjacente. Porém, …